Jogo de memória

O seguinte jogo – Memory Game – prova que é possível fazer coisas complexas sem recorrer a jQuery e que nem sempre ele tem de ser usado.

GitHub logo

Contudo, há que notar que:

  • O tempo/esforço de desenvolvimento foi superior (talvez na ordem dos 10-20%)
  • Tive de fazer coisas que as bibliotecas já têm feitas
  • O suporte cross-browser é provavelmente mais reduzido
  • O tamanho do código é provavelmente maior (a não ser que se isolem as partes reutilizáveis, claro)

Este jogo permitiu-me pôr em prática algumas boas práticas JavaScript. Serviu também para colocar à prova as animações CSS, mostrando que animações não têm de ser sempre feitas recorrendo a JavaScript/bibliotecas (na realidade, com CSS, as animações são estrondosamente mais rápidas/escaláveis).

Concluindo: obviamente que se faz tudo sem jQuery pois este é apenas uma biblioteca JavaScript. Mas há que analisar, caso a caso, se o seu uso é compensador. Na maioria dos sites e aplicações web, é; pode trazer grandes ganhos na velocidade de desenvolvimento e, acima de tudo, na facilidade de manutenção; em casos simples, pode ter a sua biblioteca JavaScript ou usar polyfills como alternativa.

GitHub logo

3 thoughts on “Jogo de memória

Deixar uma resposta